Warren Buffett: Se quiser melhorar suas habilidades de investimento, conheça o mestre.

Warren Edward Buffett nasceu em Omaha (NE – USA) aos 30 de agosto de 1930. Esse quase centenário investidor é considerado o mais bem sucedido do século XX e do mundo, e também é conhecido como o “oráculo de Omaha”, porque suas estratégias servem de modelo para muitos investidores, tais como os brasileiros Luiz Barsi e Jorge Paulo Lemann. Também é reconhecido como o pai da análise fundamentalista, ou, “value investing“.

Buffett começou sua educação na Escola Elementar Rose Hill em Omaha. Depois foi para a Escola Alice Deal Junior em Washington (D.C.)  terminando a graduação na Escola Woodrow Wilson em Long Beach (CA). Bacharelou-se em administração aos 19 anos na Universidade Nebraska-Lincoln, em Lincoln (NE). Aos 21 anos obteve o mestrado em Economia. Também é graduado pelo New York Institute of Finance, fundada e mantida pela Bolsa de Valores de Nova York.

Depois do pai, que foi o grande mentor de Warren, Benjamin Grahan foi a pessoa que mais o influenciou, e portanto, a estratégia de investimentos utilizada por Buffett é fundamentada em Graham. Buffett preferia comprar ações de empresas que eram negociadas abaixo de seu valor intrínseco (valor real de uma ação).

Não foi somente Graham que influenciou Warren. Philip Fisher, falecido em 2004 aos 96 anos e conhecido autor do livro “Ações Comuns e Lucros Extraordinários“,  foi outro investidor que inspirou as perspectivas de Buffett. Para Fisher, comprar uma empresa barata não era tudo. Fisher dizia que os investidores deviam comprar ações de grandes empresas. Empresas líderes no segmento, com alguma vantagem competitiva durável. Segundo Buffett: “Eu sou 15% Fisher e 85% Benjamin Graham” 

Em 1952 Buffett casou-se com Susan Thompson (falecida em 2004) e tiveram três filhos: Susan Alice Buffett, Howard Graham Buffett (note que o nome do meio de Howard foi uma homenagem de Buffett a Benjamim Graham) e Peter Buffett.  Em 2006 Buffett casou-se novamente, com sua colega de empresa, Astrid Menks.

Buffett empregou-se como vendedor da Buffett-Falk e Co. nos anos 1951-54. Nos anos 1954-56 no Graham-Newman Corp. trabalhou como analista e de 1956-1969 no Buffett Partnership foi sócio. Em 1956, aos 26 anos de idade, Warren acumulava uma poupança pessoal de US$ 174 mil, o que o motivou a criar a Buffett Partnership. Um ano depois, tinha três sócios operando com ele. Em 1959 sua empresa já tinha seis sócios. Uma curiosidade: um dos sócios era médico e ele pediu a esse sócio que encontrasse outros dez médicos para se associarem. Ele conseguiu onze. 

Em 1962, aos 32 anos anos, a Buffett Partnership. acumulava US$ 7.178.500, dos quais US$ 1.025.000 eram de Buffett. Logo em seguida ele encerrou a parceria com os sócios e tomou o controle da empresa têxtil Berkshire Hathaway. É uma companhia sediada em Omaha, no Nebraska, que supervisiona e gere um conjunto de empresas subsidiárias. A empresa teve um crescimento médio de 20,3%, proporcionando boa rentabilidade aos seus acionistas nos últimos 44 anos. As empresas empregam cerca de 246 mil funcionários e seu valor de mercado é de US$ 309,1 bilhões (2014). Tem uma dívida mínima.

Warren Buffett é o presidente da companhia. Ele usou a gama de rendas gerada nas operações de seguros da Berkshire Hathaway (dinheiro que os segurados detêm temporariamente até que as reivindicações sejam pagas) para financiar os seus investimentos. No começo de sua carreira com a Berkshire, ele concentrou-se em investimentos a longo prazo em ações cotadas na bolsa, mas, mais recentemente, ele dedicou-se a comprar empresas inteiras. A Berkshire possui agora, uma vasta gama de empresas, incluindo ferrovias, empresas de produção de doces, aspiradores de pó, vendas de jóias, jornais, lojas, artigos de decoração, enciclopédias, fabricação e distribuição de uniformes, bem como vários serviços públicos de gás e energia elétrica.

Em 1970, aos 40 anos anos e como presidente da Berkshire Hathaway, Buffett começou a escrever sua famosa carta anual aos acionistas, onde detalha o desempenho e as metas da Berkshire Hathaway. Ele disse à CNBC que escreve o memorando como se estivesse falando com suas duas irmãs, que são acionistas da Berkshire, mas não são ativas no mundo dos negócios. Em 2007, aos 77 anos, escreveu uma carta aos acionistas, onde anunciou que estava procurando por um jovem sucessor para tomar conta de seus negócios. Buffett provisoriamente elegeu Lou Simpson. Entretanto, Simpson é apenas seis anos mais novo que Buffett.

Em 2008, tornou-se o homem mais rico do mundo, passando na frente de Bill Gates, com uma fortuna estimada em US$ 60 bilhões. No ano seguinte Buffett foi o segundo homem mais rico, com Bill Gates voltando à primeira posição.

Apesar de sua riqueza pessoal, seu salário anual é de US$ 100 mil, sendo um salário pequeno, comparado aos salários de outros executivos. Ele vive na mesma casa desde 1958, que comprou por US$ 31.500 (hoje vale mais de US$ 700 mil). Não  usa celular, não tem um computador em sua mesa e ele próprio dirige seu automóvel Cadillac DTS.

Atualmente, segundo a lista de bilionários da Bloomberg, Buffett ocupa a décima posição do ranking de bilionários, com uma fortuna avaliada em US$ 69,2 bilhões.

Alguns ensinamentos de Warren Buffett, em frases: 

“Você não precisa ser um cientista de foguetes. Investir não é um jogo que a pessoa com um Q.I. de 160 ganha da pessoa com Q.I. de 130.” Warren salientou que saber como o mercado funciona e investir conforme o que for necessário para ser um investidor de sucesso, prepondera sobre a inteligência. As aptidões psicológicas para ser o melhor, pensar “fora da caixa” e estar apto a agir de maneira diferente dos demais investidores, não precisa ser, necessariamente, um atributo de inteligência.

“Preço é o que você paga. Valor é o que você ganha.” Em mercados especulativos, poucos percebem os bastidores que envolvem uma ação, a saber: pessoas, processos, marcas, fluxo de caixa, ou seja, uma grande empresa. Quando se compra uma ação, se está investindo em uma empresa. Como investidor, você precisa saber que existe uma diferença entre valor da ação e seu preço no mercado. Sua atenção precisa voltar-se para àquelas ações que estão com preço abaixo do valor da empresa.

“O tempo é amigo dos negócios excelentes e inimigo dos negócios medíocres.” Buffett sempre buscou negócios com características de boa qualidade, altas margens, sem volatilidade, alta rentabilidade sobre o patrimônio e capital, baixo endividamento e geridos por pessoas competentes. Normalmente é o tempo que mostra essas características. Em momentos de crise essas empresas se mostram resilientes e conseguem superar os desafios externos a que forem submetidas.  

“Regra número 1: não perca dinheiro. Regra número 2: não esqueça a regra número 1.” Por não se prepararem adequadamente, frequentemente investidores se arriscam em investimentos expondo o capital investido desnecessariamente. Se você resolver investir, precisa evitar erros. Os acertos acontecerão naturalmente. Se errar, procure saber o que motivou o erro para não repeti-los. Procure conhecer os erros que outros investidores cometeram e assim poderá evitá-los. Para que você seja um investidor diferenciado, é crucial não cometer erros básicos. Evite o erro a todo custo.

“Derivativos são armas de destruição em massa das finanças.” Os movimentos rápidos de subida e descida de uma opção atraem normalmente os investidores com pouco capital, que acreditam no sonho da riqueza rápida. A tentação dos derivativos deve ser evitada, principalmente pelos novatos, pois eles têm a capacidade de destruir seu patrimônio rapidamente. As opções são mais indicadas como uma estratégia de proteção e você deve estar ciente sobre o perigo que representa, se acreditar em riqueza rápida. Os derivativos fazem muitas vítimas por causa do seu alto potencial destrutivo. Se até bancos e seguradoras já sofreram grandes prejuízos, não pense que com você será diferente. 

“Alguém está sentado nas sombras hoje pois alguém plantou uma árvore muito tempo atrás.” O sucesso em investimentos sobrevêm após adquirir mentalidade de parceria e tal conquista só pode ser obtida no longo prazo. Ao pensar num período mais longo para obter resultados, dificilmente cometerá erros, que são comuns em carteiras de alto giro, que embutem custos altos. Quem investe na busca por resultados em longo prazo, entendeu corretamente o motivo da existência do mercado de capitais: ser sócio, financiando projetos vencedores.

“Parece existir uma característica humana perversa que gosta de transformar coisas fáceis em coisas difíceis.” Diferentemente do que parece, a estratégia de investimentos de Warren Buffett não é complexa. Ele tem uma equipe pequena que o assessora  nas tarefas administrativas e nos investimentos. Em uma sala exclusiva, em Omaha, no interior dos Estados Unidos, Buffett dedica seu tempo livre à leitura de relatórios, jornais e livros. Dessa forma adquiriu e acumulou conhecimento. Sua maneira de trabalhar é longe de ser sofisticada e absolutamente não é complicada. Evidentemente é resoluta. É assim que deveríamos proceder.

“Veja as flutuações de mercado como uma amiga e não como uma inimiga. Lucre com suas bobagens e não participe delas.” Uma oportunidade, é ver a volatilidade do mercado criar situações de compra a preços menores que no passado. Se compararmos as características de volatilidades do Brasil com os Estados Unidos, é evidente que Warren Buffett teve muito menos oportunidades no seu próprio país. Nos momentos amedrontadores, podem ser bons para comprar. Nos momentos de euforia podem ser bons para vender. Ótimos negócios com ações de boas empresas podem aumentar seu patrimônio.

“Quando se combina ignorância e alavancagem (dívida), se tem resultados bastante interessantes.” Warren Buffett nunca procurou encurtar o caminho para o êxito. A alavancagem é buscada por muitos que querem encurtar caminhos. Esses caminhos podem levar à precipícios, com fim dramático. Fuja das tentações de uma dívida. Tanto faz se for  para consumo ou para investimentos. Se você procurar por histórias de alavancagem, verá que muitas delas terminaram muito mal. Portanto, todo cuidado é pouco.

“Risco vem de você não saber o que está fazendo.” Há riscos na maioria dos investimentos, tais como ações, derivativos, fundos, fundos imobiliários. Por isso, para evitá-los só há uma maneira: conhecê-los para poder geri-los. Sim, é possível gerenciar riscos. Você precisa estudar os meios de investimentos e conhecer os riscos existentes. Muitos não fazem isso e por isso são “pegos de surpresa”.

Frases marcantes de Warren Buffet:

“Você não precisa ser um cientista de foguetes. Investir não é um jogo que a pessoa com um Q.I. de 160 ganha da pessoa com Q.I. de 130.” Warren Buffet

“Preço é o que você paga. Valor é o que você ganha.” Warren Buffet

“O tempo é amigo dos negócios excelentes e inimigo dos negócios medíocres.” Warren Buffet

“Regra número 1: não perca dinheiro. Regra número 2: não esqueça a regra número 1.” Warren Buffet

“Derivativos são armas de destruição em massa das finanças.” Warren Buffet

“Alguém está sentado nas sombras hoje pois alguém plantou uma árvore muito tempo atrás.” Warren Buffet

“Parece existir uma característica humana perversa que gosta de transformar coisas fáceis em coisas difíceis.” Warren Buffet

“Veja as flutuações de mercado como uma amiga e não como uma inimiga. Lucre com suas bobagens e não participe delas. Warren Buffet

“Quando se combina ignorância e alavancagem (dívida), se tem resultados bastante interessantes.” Warren Buffet

“Risco vem de você não saber o que está fazendo.” Warren Buffet

Gostou? Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *