Como planejar minhas férias?

Primeiramente congregando a família na preparação do planejamento e sem pressa na definição do objetivo, para que seja possível desfrutar de hospedagens agradáveis, saboreando boas comidas em bons restaurantes, ir a shows e passeios sem sentir o peso da fatura do cartão de crédito no retorno da viagem.

Escolher investir em qual mercado e quanto destinar para esta finalidade, dependem do tempo que você tem até o embarque.

Obviamente, considerando doze meses, suas opções devem incidir em investimentos de menor risco, significando fazer aportes mensais maiores.

Você pode escolher, acessoriamente, destinar a maior parte de seus investimentos em mercados de maior risco, a fim de maximizar suas economias, que irão subsidiar as férias, com aportes mensais menores.

Mas não se esqueça! Aplicar em mercados de risco no curto prazo é um raciocínio temeroso e suas férias de um mês no Caribe podem transformar-se em ficar em casa, assistindo Netflix e saboreando pipoca.

LANCE RÁPIDO
Se sua destinação turística de férias for no exterior, é recomendável que você aplique parte dos investimentos em papéis atrelados à variação cambial. Evidentemente porque suas despesas serão em dólares e com esse tipo de aplicação você estará resguardado contra flutuações da moeda.
Para isso, uma das aplicações mais recomendadas são os fundos cambiais  porque, além da correção cambial, eles absorvem o rendimento dos juros dos papéis que aplicam. 

Gostou? Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *