O que é renda fixa?

É quando você investe em títulos emitidos pelo governo ou por uma empresa, com direito ao recebimento de juros. Possui regras de remuneração definidas no momento da aplicação do título. Essas regras estipulam o prazo e a forma que a remuneração será calculada e paga a você.

Quando você faz uma aplicação em renda fixa, você, na verdade, está comprando um título de dívida. Trata-se de um contrato por meio do qual você empresta dinheiro ao emissor do papel, que, em troca, lhe paga quantias fixas a intervalos regulares, que são, justamente, a contrapartida, ou seja a remuneração do capital que você cedeu. Na data do vencimento do papel, há o pagamento final, que nada mais é do que a quitação do título.

Ao comprar um título de renda fixa, você está comprando um fluxo de caixa fixo, expresso em moeda nominal.

Esse fluxo de pagamentos que o emitente faz, nada mais é do que o fluxo de caixa que o emitente do papel transfere para o aplicador e as condições estão alocadas no título. Nas empresas, o conceito de fluxo de caixa é, simplesmente, a diferença entre o lucro proporcionado pela atividade de uma empresa (resultado bruto menos as despesas operacionais) e a variação do seu capital de giro (dinheiro que a empresa utiliza para viabilizar a produção de seu produto).

Simplificando, o fluxo de caixa são as entradas e saídas de recursos financeiros ou dinheiro, em um determinado período de tempo em uma empresa. Ou seja, fluxo de caixa é uma ferramenta empresarial que serve para controlar a movimentação financeira de uma organização. 

Gostou? Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *