Qual será a aplicação mais rentável nos próximos meses?

O melhor parâmetro é aquela aplicação que mais se aproximar do objetivo que você estipulou. Lembre-se que ficar pulando de uma aplicação para outra é a pior forma de rentabilizar seu investimento. Se você é daqueles que corre para a bolsa toda vez que as notícias dizem que ela está em alta, certamente sabe do que estamos falando.

Obviamente não adianta disparar a comprar ações em épocas de alta e nem tentar adivinhar quando ela vai subir ou cair para operar nesse mercado. Mesmo os mais experientes tropeçam ao tentar entrar nesse jogo de adivinhação.

Voltamos a insistir: são os seus objetivos que devem orientar suas aplicações. Primeiro você forma uma opinião ao analisar a conjuntura econômica. Em seguida direcione suas aplicações para que sejam coerentes com suas expectativas e possam cumprir o atingimento das metas que você traçou. Tanto faz se for para aumentar o retorno dos seus investimentos ou para diminuir seus riscos.

Reflita também sobre o prazo para o qual você deixará seu dinheiro aplicado. Longo prazo? Ações são, normalmente, as melhores aplicações. Mesmo no Brasil, onde as taxas de juro já foram extremamente altas em razão de distorções macroeconômicas, o mercado de ações se mostrou ultra competitivo.

Se você está pensando em comprar uma casa nos próximos meses e tem uma parcela de suas aplicações em Bolsa, é melhor redirecionar essa fatia para a renda fixa, pois o cenário econômico pode deteriorar e você não terá tempo suficiente para recuperar suas perdas na Bolsa antes de recuperar o dinheiro para a aquisição da casa.

Igualmente, se seus investimentos são para a aposentadoria e a Bolsa vive momentos de nervosismo em razão do preço baixo das ações, você pode sentir-se confortável em aumentar a quantidade de ações, se acreditar numa melhora no longo prazo. 

Gostou? Compartilhe aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *